BR Login
BR

“E você, quando vai casar?” Te ajudamos a responder esta pergunta!

Você ainda nem é uma “balzaquiana” (expressão que surgiu após a publicação do livro A Mulher de Trinta Anos do escritor francês Honoré de Balzac, e que se refere às mulheres que têm entre 28 e 30 anos) e já começou a ouvir – das tias, avós, amigas casadas e afins, a indefectível pergunta:

“E você,  quando vai casar?”

Você replica com o seu melhor sorriso amarelo, totalmente sem graça, e pensa: “o que eles têm a ver com isso”? Mas você  tem que responder da melhor maneira possível, afinal, você sabe perfeitamente que ainda não casou por mil motivos, e todos eles absolutamente válidos para você!

Ficamos curiosos para saber as respostas das mulheres, já que a pergunta segue sendo habitual, apesar dos tempos que correm e de que a expressão “ficar para titia” caiu em desuso há pelo menos, 1 século!

E você, por que ainda não casou?

Conversamos com algumas pessoas sobre este tema e você pdoe conferir as respostas abaixo!

Foto: Instantânea & Tomaprimera.

Mariele, 27: “Eu tenho apenas 27 anos, muitos projetos em mente e por enquanto, uma história com um homem seria certamente um obstáculo, a menos que o cavalheiro em questão compartilhe os mesmos sonhos e ambições que eu. Eu não tenho pressa nenhuma”.

Cada vez casamos mais tarde e mais seguras de nós mesmas. Sabemos que uma união com outra pessoa tem o seu lado maravilhoso que é compartilhar a vida e conviver com um amor, mas somos mais individualistas, já que finalmente conseguimos o direito de “escolher” o que queremos – já não estamos predestinadas ao casamento, como estavam as nossas avós.

Julia, 26 anos: “Eu e meu namorado preferimos construir nossa relação ao nosso ritmo, sem pressa e sem stress. Pensamos que se for pra ficar juntos, isso acontecerá mais cedo ou mais tarde. Para que pressa, se temos toda a vida para casar? Quando me fazem a pergunta, eu simplesmente respondo: quando estivermos afim.”

Você sabe o que a sua geração ou a geração Y procura numa festa de casamento?

Foto : Julian Beattie

Alessandra, 32: “Minha resposta para eles é sempre a mesma: nossa previsão é pro ano que vem! É óbvio que não é verdade, mas pelo menos corto o assunto sem ser grosseira.”

Ana, 29: “Ainda não é o momento de escolher apenas um homem para passar o resto da minha vida. Com tanto gato solto por aí, eu ainda tenho que aproveitar, você não acha? Esta é a verdadeira razão, porém jamais utilizo esta resposta com avós, tias ou amigos religiosos. Para estes, digo que ainda não encontrei o meu príncipe encantado – e eles ficam super satisfeitos com a resposta”.

Mariana, 27 anos: “Eu respondo: Você me paga a festa de casamento? Porque eu, ao menos no momento, não tenho dinheiro para bancar. Eu também digo a estes agradáveis curiosos que o amor não se controla e que se eu encontrasse o homem da minha vida amanhã, ele teria que esperar, já que ainda preciso viajar muito sozinha, conhecer muita gente e descobrir muitas coisas antes de casar”.

Clara, 31: “Uma vez o meu tio me fez esta pergunta e eu respondi: primeiro eu preciso encontrar a pessoa adequada, depois tenho que conhecer muito bem esta pessoa, e por último, casar. Não devemos ceder à pressão permanente de quando chega uma certa idade termos que apresentar um noivo pra família”

Foto: Sylvain le Lepvrier

O problema não reside somente na pergunta: “E você, quando vai casar?” O problema é a carga que se coloca no casamento, principalmente para as mulheres. Segundo a norma vigente, antes dos 30 você deveria estar casada ou prestes a casar, para ter um bebê aos 32.

Embora estejamos cansados de saber que tanto homens, como mulheres, casam e têm filhos cada vez mais tarde, as normas da sociedade ainda não mudaram, não evoluíram para acompanhar os novos tempos.

Qualquer pessoa que diga que “não pensa em casar, ao menos por enquanto” ou que dê uma resposta taxativa e que fuja à conduta vigente, pode passar a ser tratado como “o estranho” da família e já tem que carregar um fardo que não condiz com o que realmente é.

Trinta anos, para uma mulher, é uma idade em que muitas coisas estão acontecendo, incluindo o básico, que é a construção de um carreira profissional, e é mais do que justo que ela não queira suspender todos os seus projetos individuais para casar e posteriormente ter um, dois, ou três filhos (e estes sim que mudam a vida de um casal, para sempre).

Você que saber qual é o melhor momento para engravidar?

Foto: Carlos Lucca

A atitude a adotar é aceitar a realidade do outro, o que é verdadeiro para um, não é necessariamente bom para o outro. Cada pessoa constrói e vive a sua vida de uma forma única, e não há nenhuma regra que devemos seguir. O fundamental aqui, é saber ouvir, observar e ser assertivo.

Quando as pessoas se sentem diferentes das outras, dentro da sociedade, podem acreditar que estão sendo recriminadas, e sua atitude pode chegar a ser agressiva ou defensiva. É importante não esquecer nunca quem somos e reafirmar os nossos valores. Somos especialistas em nós mesmos e somos os únicos autorizados a falar sobre a nossa experiência.

Portanto, se você se identifica como uma mulher de 30 anos que ainda não casou e não tem filhos (na realidade você ainda nem imaginou a sua vida com filhos!), sinta-se totalmente livre e parte de um grupo cada vez mais extenso.

Isto sim, quando você decidir se casar, conte conosco para ajudar na organização da sua festa e posteriormente para publicar as fotos do seu casamento!

Se você está pensando em morar junto ou quem sabe, casar, veja: Pesquisa afirma: casamento faz muito bem à saúde, a curto, médio e longo prazo!

Gostou deste artigo? Compartilhe

Mais informação

Comentários (1)

Maria Júlia Alves
26 mai de 2015

QUE PERFEITA a matéria! Namoro há 8 anos e sem bem o que é ouvir essa perguntinha hahaha

Responder

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação