BR Login
BR

Carol Hungria no CasaModa Noivas 2014: nova coleção de vestidos semi prontos “Carol Hungria Blue” e dicas para as noivas

A última vez que encontrei com a Carol Hungria foi no backstage do seu desfile no Bride Style 2013. A estilista carioca estava trabalhando nos últimos detalhes da coleção “Aquarela Bailarina”.

Hoje nos encontramos novamente em São Paulo, desta vez no CasaModa Noivas, onde a estilista apresentou a sua primeira coleção de vestidos de noiva semi prontos Carol Hungria Blue. O nome da coleção remete ao desejo de toda noiva ter o seu “something blue” para dar sorte no dia do casamento.

Carol HungriaSaiba mais sobre “Carol Hungria”
Carol Hungria no CasaModa Noivas 2014. Fotos: Mira Cerviño

A coleção reúne todo o diferencial da leveza carioca, aliada a um trabalho altamente especializado e de alta costura: vestidos confeccionados em seda pura e com rendas exclusivas vindas diretamente de fábricas francesas e bordados trabalhados minuciosamente por sua equipe de artesãs. Um dos destaques é o modelo em renda francesa bem densa escolhida a dedo, com uma interferência proposital mostrando rebordados de pérolas.

Atelier Carol HungriaSaiba mais sobre “Atelier Carol Hungria”
Modelo Pássaro da nova coleção de vestidos de noiva semi prontos da Carol Hungria. Fotos: Mira Cerviño

No lounge Carol Hungria no CasaModa Noivas as noivas podem encontrar um potpourri de modelos, resultado dos muitos encontros com as noivas no seu atelier no Jardim Botânico. Os mais variados desenhos de decotes, vestidos com saias bem amplas e cheias de tule no estilo princesa, ou modelos mais fluídos, uma ótima aposta para casamentos mais despojados na praia ou campo.

Saiba mais sobre “”
Detalhes do espaço Carol Hungria no CasaModa Noivas 2014. Fotos: Mira Cerviño
Atelier Carol HungriaSaiba mais sobre “Atelier Carol Hungria”
Detalhes de renda Fotos: Mira Cerviño
Atelier Carol HungriaSaiba mais sobre “Atelier Carol Hungria”
A delicadeza das flores bordadas num vestido de noiva Carol Hungria. Fotos: Mira Cerviño

A Carol também apresentou no CasaModa Noivas a segunda tiragem de seu Miniguia de Estilo da Noiva Atemporal.

No guia você pode encontrar dicas para construir o vestido dos sonhos, usando vários elementos. Tais como o estilo da noiva, a história do casal, referências da cerimônia e harmonia entre os acessórios.

Além dessas recomendações, Carol explica quais são os modelos de vestido de noiva mais indicados de acordo com o corpo, valorizando o que cada uma tem de melhor. Magrinhas, cheinhas, busto pequeno ou grande, todas essas informações são importantes no desenvolvimento do vestido.

Além dessas recomendações, Carol ainda teve tempo de compartilhar as seguintes dicas para as noivas. Confira!

1) Orçamento
“É importante que a noiva faça uma programação de quanto ela gostaria de gastar em cada item do casamento para não se perder. Isso inclui o vestido já que existem muitas opções e o céu é o limite!”

2) Quanto tempo antes do casamento a noiva deve começar a procurar seu vestido de noiva?
“Eu gosto de indicar pelo menos 8 meses de antecedência para as minhas noivas para começar o desenvolvimento do vestido. Acho que menos tempo do que isso pode restringir a noiva em algumas escolhas. Aqui no Atelier às vezes mandamos fabricar na França a renda que a cliente escolheu e para isso é necessário tempo. Muito mais de 1 ano e meio também não acho bom, pois a noiva pode terminar enjoando do modelo e também pode mudar muito de corpo.”

3) Como a noiva deve organizar a sua pesquisa e provas?
“Acho que as noivas precisam fazer uma super pesquisa de vestidos para descobrirem o que gostam em relação a modelo, bordados, rendas e outros detalhes. Quanto mais referências melhor! Mas é sempre bom revisar essas imagens e descartar as que não interessam tanto ou pelo menos priorizar para chegar nas fotos que mais gosta.”

“As provas do vestido costumo fazer ao longo do tempo que eu tenho com a noiva, desde o momento em que tiramos as medidas, até à semana do casamento. Gosto de fazer uma primeira prova próximo ao dia que tiramos as medidas para já definir de fato detalhes do modelo e aprovar. E a última prova costumo fazer próxima ao casamento para
fazer os ajustes finais certinhos.”

4) Quem levar às provas? A mãe? madrinhas? Ir sozinha?
“No dia da prova acho legal a noiva estar cercada de pessoas que ela gosta como sua mãe, irmãs e amigas. Mas é bom só trazer outras pessoas quando ela estiver bem segura do modelo para não se influenciar com muitas opiniões.”

Para ver pessoalmente os modelos dos vestidos de noiva da Carlo Hungria pode ir até ao Hotel Unique em São Paulo nos dias 11,12 e 13 de Abril.

“Ser noiva sem perder a identidade própria. Esse é o principal mandamento na hora de escolher o vestido do grande dia”.
Carol Hungria

Fotos: Mira Cerviño

Contate as empresas mencionadas na matéria:

Gostou deste artigo? Compartilhe

Mais informação

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação