BR Login
BR

Fotos de Casal: o que você pode e NÃO PODE fazer para ter um resultado nota 10!

Todas as relações sentimentais incluem momentos que merecem ser recordados para sempre. Mesmo assim, ainda existem viagens, casamentos e ensaios registrados em fotos decepcionantes… O pior de tudo é que, em algumas ocasiões, nem somos conscientes do desastre fotográfico que conseguimos.

Pensando nisso, e para que você registre todos os seus grandes momentos em fotos lindas, analisamos cinco questões para conseguir que vocês se orgulhem das suas fotos!

Saiba porque a conexão entre os noivos e o fotógrafo faz toda a diferença para o álbum de casamento

Foto via Shutterstock: Littleaom

Experts desconhecidos

Claro que existem guerreiros-valentes-incansáveis que carregam um tripé dentro da mala em todas as viagens para evitar ter que pedir a desconhecidos que faça as fotos de vocês e guilhotinem as suas cabeças ou cortem os seus pés. O resultado dessas fotos normalmente é catastrófico e a viagem linda que vocês fizeram pelo interior de Minas passa a ser uma mera recordação mental. Se você decidir deixar a sua câmera com alguém para tirar uma foto maravilhosa em frente à Torre Eiffel ou no Central Park de Nova York, recomendamos pedir a algum turista que tenha uma câmera profissional, daquelas bem boas pendurada no pescoço – com sorte o sujeito sabe enquadrar e evitar o contraluz. Claro que em algumas ocasiões este apetrecho pode ser apenas vontade de ser fotógrafo… Mas mesmo assim, melhor arriscar com ele do que com o que tira fotos com o Ipad!

Resultado?  O tripé segue sendo a melhor solução, embora pese na sua mala.

Solução?. Escolha alguém, na rua,  que pareça interessante, que saiba o que faz e que não segure a câmera como se fosse um pedaço de metal qualquer. Observe o entorno e veja se o sujeito da máquina profissional sabe o que faz ou só está posando de fotógrafo.

Saiba quais são os 6 estilos de fotografia de casamento: combine TODOS e arrase no seu álbum!

Foto: Daniela Naritelli

O que deve e o que não deve sair na foto

Em uma viagem, as fotos dos noivos têm dois elementos importantes: o casal (ou um dos dos dois) e aquilo que interessa da cidade/paisagem. Não falamos de selfies! O ideal é que o casal pose ao lado de um edifício/estátua/praça que apareça em todo o seu esplendor e beleza com seus principais elementos à vista. Se na  foto só sai um membro do casal, este deveria aparecer sem tapar a vista da cúpula de Brunelleschi (Florência) ou o Cristo Redentor do Rio.  Se vocês dois forem sair na foto e carregam o (lindo, maravilhoso, amigo, único) tripé, já sabem o que deve sair e o que não deve sair na foto. Os edifícios em obra, cheios de andaimes ao lado dos monumentos não precisam fazer parte das recordações de vocês, Ok? A não ser que vocês curtam uma obra…

Foto: Camera Mirage

Enquadramento

O excesso de chão ou de céu não são convenientes em nenhuma foto, a não ser que vocês experimentem de propósito. Se você não sabe muito sobre o assunto, essa saturação de asfalto será um erro absoluto e você estará mais perto do erro que da “fotografia de vanguarda” . O céu em uma fotografia é o espaço que as pessoas e os elementos precisam para respirar. Um excesso ou ausência sentido. Nas fotos com pessoas em diferentes perspectivas, o céu deve acompanhar os olhos do protagonista, ou seja, deixar certo espaço ao seu lado para que o olhar se prolongue.

Resumindo: Mesmo sabendo que o casal é protagonista, tudo o que está ao redor também faz parte da fotografa para criar essa emoção e esta recordação viva e atemporal. Se vocês querem ser os únicos protagonistas, esqueçam a viagem e façam fotos deitados no sofá de casa – bem mais econômico que comprar duas passagens de avião. es.

Dica: Vocês não precisam sair de corpo inteiro. Um corte, sempre e quando não seja por alguma linha natural do cuerpo (joelhos, cotovelos, cintura…) é sempre boa opção.. Lembrem ao senhor da câmera profissional (aquele maravilhoso desconhecido) deste detalhe quando estiverem na belíssima a Gran Place de Bruxelas.

Agora suspire com os momentos mais românticos de um casamento em 9 fotos que dizem TUDO!

Foto: Booda Fotografía

Selfies

As selfies têm pontos negativos e positivos. Não nos posicionamos contra, de jeito nenhum, já que uma foto rápida e informal é sempre uma linda recordação do primeiro casamento que vocês foram como casal ou de uma quarta-feira qualquer que vocês resolveram brincar na frente da câmera. Na realidade, amamos esta espontaneidade na frente de qualquer câmera, já que refletem a cumplicidade na relação. Essas fotos, tão necessárias como uma pizza no domingo devem ser feitas desde ângulos curiosos ou minimalistas, mas controlando a perspectiva para evitar uma estranha “mutação” do rosto, impossível em condições normais. Também recomendamos evitar apertar o botão quando estiverem com cara de dúvida, como se vocês fossem enfrentar uma missão impossível, como abrir uma porta com a mente ou entortar um talher ao estilo Uri Gueller, por exemplo. É uma foto simples e por este motivo, espontânea – a expresão facial deve ser de “interessante” ou sorrindo o máximo possível – jamais com cara de dúvida!

Dica: Não conversem enquanto fazem a foto!

Miniguia em 7 passos para conseguir um filme de casamento inesquecível e perfeito!

Foto vía Shutterstock: Syda Productions

Pau de selfie e GoPro

Em uma viagem, as selfies não podem trazer o casal como únicos protagonistas! Mas se é isso que vocês querem, tentem que o Empire State não esteja atrás “sobrevivendo” na foto com um mero sinal da sua antena. Para evitar que o rosto de vocês saia em primeiro plano, mostrando (ou inventando) muitos defeitos, defendemos o bom uso do pau de selfie e da GoPro, mas só o bom uso, ok?! Sua aparição fica totalmente proibida em toda e qualquer foto! Sério que você quer uma recordação do seu safári na Uganda com um pedaço de metal na mão? Se ele aparecer, recorte com a ajuda de um editor o máximo possível – não precisa amputar a foto, com um retoque simples você pode aproveitar a sua obra maestra. 

Dica: Recomendamos colocar o pau de selfie levemente inclinado, mas não completamente na horizontal. Desta forma, talvez você consiga dissimular este braço “amigo” que não pinta nada nas suas fotos.

Foto: Mascha Tace

Tome nota e trabalhe as suas fotografias de casal. Você certamente poderá colocá.las em prática nas pequenas viagens românticas e principalmente, na sua lua de mel. O futuro das suas recordações está na mão de vocês! Agora inspire-se com umas fotos impressionantes: As Quatro Estações – Inverno um editorial de noivos feito para sonhar… e inspirar!

Fotos via Shutterstock: casal sendo num banco, idade,  Vector creative character.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação