Quais os prós e os contras de ter um cachorro no início do relacionamento?

Casou há pouco tempo? Ou, decidiram morar juntos? Em qualquer um dos casos, há certas decisões que requerem um pouco de cautela de agora em diante. Uma delas é ter ou não um cachorro no início do relacionamento. Vocês têm essa vontade? Aqui listamos os prós e contras que irão ajudar vocês nessa decisão.

O amor pode TUDO: veja o que esse cachorrinho fez!

Foto: Giovani Garcia Fotografia

Pró: Alegra o dia

Os cachorros têm a maravilhosa capacidade de aliviar a mente e o dia. Quando você chega em casa e ele te recebe brincando e farejando, é quase como um prêmio pelo dia duro que você enfrentou. É uma sensação impagável que te faz esquecer qualquer problema, inclusive aquele ocasionada pelo próprio cachorro horas mais cedo.

Contra: Demandam muita atenção

Os cachorros não são gatos, ou seja, necessitam de muito mais atenção e cuidados. O gato é completamente independente. Toma banho na hora que quer e faz suas necessidades no seu espaço, sem precisar ser ensinado. No entanto, educar um cachorro é um processo lento e trabalhoso, que põe à prova a paciência de seus donos. Nem sempre você estará com vontade de levar seu cão para o passeio diário. Ele, às vezes, pode se sujar com facilidade, ficar com um cheiro bem pouco agradável, e, é possível, que você nem saiba por onde começar a dar aquele belo banho nele.

Já namoram há muito tempo? Veja 7 sinais que indicam: é a hora de MORAR juntos!

Foto vía Shutterstock: FCSCAFEINE

Pró: Torna-o uma pessoa responsável

Ainda que uma criança e um animal não tenham nada a ver um com o outro, cuidar de um cachorro pode ser uma boa experiência que te faça adquirir mais responsabilidade para quando você tiver uma família formada, de fato. Um cachorro te obriga a renunciar certas coisas, a prestar atenção, a desembolsar recursos e a se entregar ao cuidado de outro ser vivo. Com esta experiência prévia, estará mais preparada para as responsabilidades mais sérias e trabalhosas da sua vida.

Contra: Não é barato mantê-lo

Você acabou de começar uma nova vida e é natural que, neste início, o orçamento aperte um pouco. Por isso, caso optem por ter a sua mascote, sugerimos adotar um cachorro (há tantos abandonados por aí que necessitam de uma família!) antes de pensar em comprar um. Um cachorro não se pode comparar com um filho em nenhum sentido, mas o gasto, ainda que menor, também existe. Será que você está disposto a passar por tudo isso neste momento? Você e seu amor ainda são jovens e tem muitas coisas a viverem que exigem um certo recurso. Pensem nisso!

Veja 7 dicas para os recém-casados organizarem as suas finanças: a 3 é infalível!

Foto vía Shutterstock: Dean Drobot

Pró: Sente-se querido

Quase todos os cachorros são uma fonte inesgotável de amor. Aí está a diferença entre outros animais menos ativos ou mais tímidos. Os cachorros são fiéis e transmitem sempre muito carinho. Além disso, também adoram receber abraços e apertos “a la Felícia”. Não demoram em se tornar membros da família. Ter um cachorro é uma aventura, independentemente do tamanho e da raça. Depois de um tempo, assim como acontece com os filhos, nossos cachorros se tornam os mais belos e encantadores do mundo. Viram companheiros de vida.

Contra: Te limita

Nesta etapa da vida, a convivência ainda está tomando forma, e você tem mil afazeres como sair com os amigos, viajar, ir a reuniões de trabalho de última hora, fazer planos com pouca antecedência… Definitivamente, você, jovem, com essa vida atribulada e sem filhos, talvez seja melhor dar esse tempo para você e desfrutar desse momento sem nenhuma limitação.

Será que conta para quem quer ser pai de cachorro? 10 sinais que indicam: seu amor será um pai maravilhoso!

Foto vía Shutterstock: Halfpoint

Pró: Sente-se protegido

Um cachorro oferece companhia quando não há mais ninguém junto da gente. Nessas terríveis noites de tormenta, um animal nos oferece proteção só pelo fato de estar ali próximo. Além disso, nos casos de grande medo, ele sempre estará lá para se deixar ser abraçado. Inclusive o cachorro mais pequenino sabe ser valente diante de algum estranho e isso dá uma sensação boa de segurança.

Contra: Criam dependência

Se você tem um cachorro, é bem provável que sempre tenha para o resto da vida. A companhia de um animal é tão maravilhosa que você não suportará a sua ausência por muito tempo. Ainda que possa parecer insensível, as famílias que perdem sua mascote costumam logo aparecer com um cachorro que ocupe o vazio deixado pelo outro. Por isso, se você é apaixonado por animais talvez seja bom esperar um pouco para passar por tudo isso. É um contrato vitalício firmado inconscientemente. Além disso, seria melhor começar a aventura quando os filhos não sejam tão pequenos e o cachorro não ofereça nenhum perigo.

Foto vía Shutterstock: Syda Productions

Será que vocês se decidiram? Um cachorro é uma mascote, mas também um amigo. Tentem começar essa amizade quando estiverem realmente preparados. Analisar todas as situações possíveis antes de tomar uma decisão é fundamental. Um cachorro é um ser vivo INCRÍVEL e merece todo o carinho e cuidado do mundo.

Para os que acabaram de juntar as escovas de dentes, veja aqui 40 dicas para recém casados entrarem na casa nova com o pé direito!

Contate as empresas mencionadas na matéria:

Gostou deste artigo? Compartilhe

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação