7 dicas para levar seu pet ao casamento

7 dicas para levar seu pet ao casamento

Se você é umas daquelas pessoas que considera seu pet como um membro da família e o leva para todos os eventos importantes da família, como deixará esse ser tão amado faltar ao seu próprio casamento? Te damos alguns conselhos para conseguir fazer seu animalzinho participar desse dia especial sem estressá-lo e também respeitando seus convidados e sua paz.

  • Casamentos reais
  • Planejamento
  • Original
salvar
Foto: Layla Eloá

Se você é umas daquelas pessoas que considera seu pet como um membro da família e o leva para todos os eventos importantes da família, como deixará esse ser tão amado faltar ao seu próprio casamento? Te damos alguns conselhos para conseguir fazer seu animalzinho participar desse dia especial sem estressá-lo e também respeitando seus convidados e sua paz.

salvar
Foto: oggisposi

1. Primeiro, certifique-se que nenhum dos seus convidados têm medo de cães e gatos. Pode parecer um pouco de exagero, mas há pessoas que têm fobias reais e poderão querer se retirar. Evite esse tipo de situação.

2. Educação sempre em primeiro lugar, portanto, se acha que seu cachorro vai latir na igreja ou no restaurante (se a entrada se for permitida), deixe-o com um baby sitter que o conheça bem. Assim ele saberá quando o animal estiver a fim de participar da festa e quando estiver mais no clima de correr e pular.

salvar
Foto: oggisposi

3. O ideal para os animais, é uma cerimônia ao ar livre, durante o dia. Assim, além de fotos lindas, seu companheiro desfrutará bastante com vocês.

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

4. Se você preferir um casamento em restaurante, cuidado ao escolhê-lo, pois a maioria não aceita animais. Normalmente os que aceitam contam com um grande jardim ou terraço, um passo dado para um agradável almoço “pet friendly”.

5. Se você você permitir que outras pessoas levem seus pets ao casamento, certifique-se de que haja uma “confraternização” entre eles antes da cerimônia, principalmente se forem de tamanhos diferentes.

salvar
Foto: oggisposi

6. Já que você parece ser defensora dos animais, porque não colocar da sua lista de casamento Zankyou uma doação para entidades e até mesmo aquelas almas bondosas que cuidam de animais doentes e sem donos?

7. O mais importante, tenha em conta sempre o seu bom senso, que a chance de errar é pouca.

Se já passou por essa experiência, nos conte como foi!