Amor e suor nos Jogos Pan Americanos de Guadalajara 2011

Amor e suor nos Jogos Pan Americanos de Guadalajara 2011

Alguns atletas quando pensam em casar e construir familia, acabam encontrando o amor dentro do próprio mundo do esporte, é uma forma de unir duas paixões (o esporte e a pessoa amada) e claro tornar a vida mais fácil. No Pan Americano 2011, realizado nesse mês de outubro, em Guadalajara, no México, há casais disputando junto medalhas em uma mesma ou em diferentes modalidades e há também técnico-marido.

  • Atualidade
  • 2011
salvar
Jaqueline e Murilo: unidos pela paixão pelo Vôlei

Vida de atleta não é nada fácil. Exige dias duros de treinamento, muita disciplina e quando há competição, são semanas ou até mesmo meses longe de casa. Por isso, alguns atletas acabam encontrando o amor dentro do próprio mundo do esporte: uma forma de unir duas paixões. Nos jogos Pan Americanos de Guadalajara 2011, o amor está por todas as partes. Há casais que disputam medalha em uma mesma modalidade, casais que são de esportes diferentes e ainda há os que podem ganhar juntos por serem treinador e atleta.

O casamento mais recente entre os atletas que estão no Pan é o da brasileira Alexandra do handebol feminino com o chileno Patrício Martínez. Casados há três meses, a história do casal está completamente ligada ao evento esportivo, porque foi em 2007, na edição dos jogos Pan Americanos no Rio de Janeiro, que Alexandra foi pedida em casamento. Agora, eles estão na mesma cidade, porém cada um com sua delegação. É Brasil torcendo para o Chile no masculino e Chile torcendo para o Brasil no feminino.

salvar
Fabiola e Diogo unidos dentro e fora da água.

Na Vila do Pan, há também casais treinando juntos. Os nadadores Fabíola Molina e Diogo Yabe, casados desde 2006, não só puderam fazer a preparação para o Pan Americano 2011 de Guadalajara, como também tem a oportunidade de seguir juntos durante a competição.

salvar
A medalhista Fabiana Murer é casada com seu treinador.

Um dos segredos do sucesso da saltadora Fabiana Murer é que para ela amor e esporte andam de mãos dadas. Uma das maiores esperanças de medalha para o Brasil é treinada pelo marido, Elson Miranda. Ele é o legítimo técnico-marido.

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

O amor também está literalmente no ar no Vôlei. Jaqueline Carvalho e Murilo Endres são mais um exemplo que o esporte e o amor são uma boa mistura. Dessa vez a atleta irá voltar mais cedo para casa, pois sofreu uma lesão na coluna cervical na estréia do Brasil e foi cortada do restante da competição.

O lema dos caratecas Lucélia Ribeiro e Douglas Brose é muito claro: “casal que luta unido permanece unido”. Eles estão juntos desde os jogos abertos de 2004 e hoje são casados. Além de estarem no Pan Americano Guadalajara 2011, treinam no mesmo local em Florianópolis e participam da mesmas competições sempre que podem.

salvar
Joanna Maranhão e Luciano Corrêa: água e tatame juntos.

A natação e o judô também estão em clima de romance em Guadalajara. A nadadora Joanna Maranhão e o judoca Luciano Corrêa ainda não subiram ao altar, mas estão próximos disso. A nadadora pretende se aposentar depois dos Jogos Olímpicos de Londres e estão nos planos da atleta acompanhar a Luciano nas competições e ter filhos, o que significa mais um casamento à vista.

Espelhados nesses exemplos, além de medalhas, muitos amores e futuros casamentos devem vir na bagagem de alguns atletas brasileiros que estão nos Jogos Pan Americanos de Guadalajara 201.