Como saber se é amor ou paixão: 7 pistas para descobrir o que você sente!

Como saber se é amor ou paixão: 7 pistas para descobrir o que você sente!

o que estou vivendo é amor ou é paixão? Para responder a esta pergunta, de tão difícil resposta, enumeramos as 7 principais diferenças entre amor e paixão para que você saiba diferenciar, antes de se entregar à loucura de um momento.

  • Vida a dois
  • Conselhos
  • Casal
  • Humor
  • Saúde

Todos os seres humanos, ou quase todos,  possuem a capacidade de amar, se apaixonam, se casam! Mas sabemos realmente o que é o amor?

É um sentimento sublime e incondicional, um desejo de estar ao lado do outro, um sentimento intrínseco ao ser humano, ou apenas uma reação química no nosso organismo, comum à todos e com data de vencimento?

salvar
Foto: Alejandra Quiroz Unsplash

Segundo a antropóloga Helen Fischer, autora do livro Por que amamos: A natureza química do amor romântico,  o amor possui 3 fases diferentes que ocorrem uma após a outra, em dependência direta dos hormônios relacionados com cada momento. Seriam elas:

Fase do Namoro:

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

  •  Luxúria: Impulso sexual ou libido.

Fase do Noivado:

  • Atração sexual seletiva: amor romântico intenso da etapa inicial da relação.

Fase do Casamento:

  • Apegosentimentos profundos de união com um companheiro a longo prazo.
salvar
Foto: Flavia Soares

Mas o que acontece se um dos dois, ou ambos, permanecem lá na primeira fase? O que acontece quando nos deixamos levar pela obsessão da paixão desmedida e avassaladora?

Nem todo amor começa através da paixão, mas muitas paixões podem ser facilmente confundidas com amor. É uma pergunta que qualquer pessoa já se fez alguma vez: o que estou vivendo é amor ou é paixão?

Para responder a esta pergunta, de tão difícil resposta, enumeramos as 7 principais diferenças  entre amor e paixão  para que você saiba diferenciar, antes de se entregar à loucura de um momento, como fez Madame Bovary, no famoso romance de Gustave Flaubert.

1. Paixão é insegurança – Amor é segurança

A paixão desenfreada produz uma agitação incontrolável, faz com que nos sintamos nas mãos do outro, totalmente entregues, e por este motivo, vulneráveis e frágeis. O amor produz segurança, um sentimento de não estar sós, de caminhar lado a lado com alguém que nos prestará o seu apoio em todo momento.

2. Paixão é agitação – Amor é tranquilidade, calma e proteção

A paixão libera hormônios que produzem inquietudes, estamos obcecados pelo outro, por sua atenção, por sua companhia, por uma entrega total que nunca ocorre, simplesmente porque o outro também possui uma vida e não existe somente para satisfazer os nossos desejos.

O amor não necessita a presença constante do outro, ao contrário, incentiva ao outro que tenha uma vida própria, além da relação. Descubra as 10 características que seu pretendente deve ter!

salvar
Crédito: Shutterstock

3. Paixão é instabilidade – Amor é estabilidade

O que é hoje, desaparece amanhã; hoje te amo, amanhã não tenho certeza – assim é a paixão. O amor não tem rompantes deste tipo, é mais estável. Em uma briga de apaixonados, a relação pode acabar, em uma briga de um casal que se ama, não há a cogitação de terminar uma relação ali, é tudo muito mais estável e seguro.

4. Paixão é ansiedade – Amor é paciência

A paixão quer tudo instantaneamente, já, para ontem! O amor espera o seu momento, o amor sabe aguardar o outro, até porque ocorre muitas vezes que um dos dois alcança antes o denominado estágio do amor e poder ficar lá, esperando pacientemente, sem ataques de fúria ou de ciúme.

5. Paixão é cobrança – Amor é entrega

O apaixonado está sempre perguntando: quando, por que, como? O que ama nunca pergunta, simplesmente entrega tudo o que tem. O amor não está preocupado com o que vai ganhar e sim com o que vai entregar. A paixão só quer mais e mais e sua preocupação principal é absorver o outro o máximo que possa, é estar em fusão permanente com o objeto da sua paixão.

6. Paixão é prisão– Amor é liberdade

O apaixonado é um prisioneiro, está constantemente sofrendo pelas horas que passa longe do outro, pelas respostas do outro, pela insegurança em relação aos sentimentos do outro, está sempre transbordando de sentimentos. O amor faz com que o outro se sinta livre, se sinta ele mesmo, se sinta apto para todas as empreitadas da vida, já que conta com o seu amor sempre, esteja longe ou perto fisicamente.

salvar
Foto: Karen Branta

7. Paixão é loucura – Amor é lucidez

A paixão não vê defeitos, nem no outro, nem na própria relação, é cega e é louca porque idealiza, não é capaz de viver uma realidade e sim, uma ilusão. O amor é lúcido, vê tudo o tempo inteiro e se chama amor justamente pela capacidade de amar os defeitos do outro e sentir um sentimento profundo pelo outro – seria o mais parecido à uma amizade verdadeira com muita empatia, acima de tudo. O amor pode nos fazer cometer lindas loucuras como estas 10 loucuras incríveis e inacreditáveis que casais já fizeram por amor.

Na realidade o que importa é a nossa felicidade, estar em paz e em harmonia com nós mesmos. Amizade, amor, relações positivas sempre! Descubra o segredo de como ser feliz!

* Post publicado em 28/06/2015. Post republicado em 03/11/2018.

Entre em contato com as empresas mencionadas nessa matéria

Flavia Soares Fotógrafos para casamentos

Comentários (1)

Deixe seu comentário

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!