Casar faz de você uma pessoa mais feliz? Segundo a ciência, SIM!

Casar faz de você uma pessoa mais feliz? Segundo a ciência, SIM!

Afinal, casamento traz felicidade ou não? Confira o que pesquisadores da National Bureau of Economic Research descobriram.

  • Vida a dois
  • Recomendações
  • Amor

Cientistas sociais sabem, há muito tempo, que pessoas casadas tendem a ser mais felizes. No entanto, há sempre o eterno debate: o casamento traz felicidade ou pessoas casadas são mais propensas à felicidade? Foi essa dúvida que motivou um novo estudo sobre os níveis de felicidade pré-conjugal a ser publicado pelo National Bureau of Economic Research.

salvar
Foto: Lidia Clemente

Que seja eterno enquanto dure

Os autores do trabalho analisaram dados de duas pesquisas nacionais realizadas no Reino Unido e uma pesquisa mundial realizada pela Gallup e concluíram que, em geral, ser casado faz as pessoas se sentirem mais felizes e satisfeitas com suas vidas, especialmente durante períodos de estresse, tais como a crise da meia idade. Esses dados foram confirmados em muitos locais, exceto na América Latina, no sul da Ásia e em parte da África.

O estudo também provou que a felicidade conjugal costuma durar além do período da lua de mel. Muitos cientistas sociais afirmam que os níveis de felicidade são inatos e que, portanto, as pessoas tendem a voltar ao seu nível natural de bem-estar após eventos felizes ou perturbadores; entretanto, os pesquisadores descobriram que os benefícios do casamento persistem.

Casais que NÃO brigam não são mais felizes: 7 razões que comprovam a teoria!

salvar
Foto: Marta Etxebarría

A importância da amizade

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

Um dos pontos avaliados foi o papel da amizade no casamento. Aqueles que acreditam que o parceiro é seu melhor amigo demonstram mais satisfação com a vida a dois se comparado a casais que não têm a amizade como ponto forte. Este aspecto ganhou significativa importância nas últimas décadas: à medida que os papéis de homens e mulheres se assemelham, a aproximação dos cônjuges como companheiros e confidentes se intensifica, principalmente entre casais financeiramente estáveis.

Este foi outro ponto importante no estudo, pois ficou demonstrado que uma união estável é mais comum entre pessoas com mais educação e rendimentos mais elevados, e cada vez mais rara entre quem não se encaixa em tal perfil. O aspecto financeiro, portanto, afeta não só a renda e a estabilidade de uma família, mas também seus níveis de felicidade e de estresse.

Confira: Por que eu quero me casar com você? Por essas 50 razões!

salvar
Foto: Renata Philipo

A conclusão geral é, em grande medida, otimista: as pessoas têm a capacidade de aumentar os seus níveis de felicidade e evitar crises com o apoio de relacionamentos de longo prazo. Entretanto, isso parece não estar disponível a todos e ser mais fácil de se atingir quando se faz parte de uma classe social mais privilegiada. E você, é feliz?

Veja também: 1º ano de casados: 12 coisas que vão acontecer SIM, ou SIM!

Entre em contato com as empresas mencionadas nessa matéria

Renata Philipo Fotografia Fotógrafos para casamentos

Deixe seu comentário

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!