Publicidade
Como acertar na vida a dois em 5 passos

Como acertar na vida a dois em 5 passos

A vida a dois pode ser um desafio. Por isso, nós do Zankyou damos 5 passos básicos para você seguir e aprender a conviver como casal. Não perca!

  • Atualidade
  • Recomendações
  • Noivos

Como acertar na vida a dois

A vida a dois pode ser um desafio. O namoro é uma fase linda, uma aventura incrível onde conhecemos cada a dia nosso parceiro e vivemos com ele momentos incríveis. Muitas vezes esta fase vem repleta de idealizações e os sinais da convivência não se fazem muito presentes, principalmente nos primeiros anos de relação. Em alguns casos, muito namorados fazem o test drive da convivência antes de dizer “sim, aceito”, já outros esperam o grande dia para morar sobre o mesmo teto. Independente do grupo em que vocês estão, nós do Zankyou damos conselhos de como acertar na vida a dois em 5 passos.

Passo 1. Construir confiança total

Publicidade

Sem confiança não existe convivência saudável, muito menos um bom relacionamento. Este fator é importante nos dois sentidos. Em primeiro lugar, é preciso confiar para poder contar todas as nossas inseguranças, medos e outros assuntos pessoais. Embora seja verdade que nunca é demais deixar um mistério no relacionamento, as questões relevantes devem ser tratadas em profundidade para motivar a comunicação e criar um nível único e poderoso de intimidade.

Por outro lado, é importante confiar na outra pessoa. Se você a conhece essa pessoa e continua com ela, não será um problema construir esse laço de confiança. No entanto, a ausência disso motiva uma das piores doenças que um casal pode sofrer: ciúme. Isso gera raiva, mal-entendidos e uma perda crescente da confiança inicial do casal.

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

salvarComo acertar na vida a dois
Foto: Shutterstock

Passo 2. Seja aberto e ceda

Os orgulhosos e teimosos não têm lugar em nenhum relacionamento saudável. Porque, qual é a vantagem em ser orgulhoso? Não há necessidade de esconder as falhas, porque elas ajudarão a melhorar a intimidade do casal. Então, se você está errado, não pense que isso vai enfraquecer sua imagem. Reconheça seus erros!

Esteja aberto às possibilidades que surgem na convivência. Tente não levar as suas ideias até ao fim, se for possível tente sempre chegar a um acordo. Seja fiel a si mesmo, mas a buscar um consenso certamente fará com que vocês se sintam melhor. Não há nada como o equilíbrio em um casal em que tudo decidido e construído é de comum acordo.

salvarComo acertar na vida a dois
Foto: Shutterstock

E, claro, aprenda a dar o seu braço a torcer. A teimosia só causa mais raiva. Em um casal, há gostos em comum, mas que todos os hobbies coincidem não é mais que uma utopia. Então, aprenda com seu parceiro, consulte seus gostos e ceda de vez em quando.

Tatuagens para casal: amor à flor da pele!

Passo 3. Seja independente

Uma linha muito importante dentro dos relacionamentos porque a independência ajuda a fortalecer a vida em comum. E é essencial ter mais vida além do casal, embora exista uma convivência na mesma casa. Isso não impede que todos cultivem hobbies independentes, tenham seu próprio grupo de amigos e passem tempo sozinhos, cuidando de si mesmos e fortalecendo seu relacionamento com eles mesmos.

Um excesso de dependência converte pessoas em seres automáticos, sem personalidade. E em um casal, isso pode levar a dois problemas. Em primeiro lugar, talvez um dos membros do casal não compartilhe o mesmo grau de dependência e isso pode gerar um sentimento complexo que pode acabar muito mal. Por outro lado, ambas as pessoas podem compartilhar dependência e fechar em excesso em sua própria convivência, limitando seus círculos de amizade, diminuindo suas habilidades sociais e esquecendo sua personalidade original.

salvarComo acertar na vida a dois
Foto: Fer Cesar Fotografia

Passo 4. Não deixe de ser carinhoso ou apaixonado

O amor dentro de um relacionamento é fundamental para manter a chama e contribuir para a convivência. Embora não seja positivo forçar qualquer situação, é aconselhável mostrar os sentimentos com palavras e atos físicos, como tocar, acariciar, abraçar e beijar. Esses pequenos detalhes melhoram o dia a dia e dão um ar fresco à rotina.

O sexo também é fundamental e não deve faltar para que haja uma convivência saudável. Aproveite os momentos de paixão para não esquecer a atração e o amor que sentem um pelo outro, sem relegá-lo aos fins de semana, como muitos casais fazem. Qualquer momento é válido, ajuda a desestressar e a sair da rotina que muitos casais estabelecem. Não transforme o sexo em algo mecânico, mas algo necessário para demonstrar seu carinho, amor e atração física. A espontaneidade é fundamental nesse sentido.

salvarComo acertar na vida a dois
Foto: Fer Cesar Fotografia

Leia também amor ou sexo: o que é mais importante? 7 pistas para a resposta definitiva!

Passo 5. Apaixone-se todos os dias

Cada dia deveria ser uma aventura. Parece um clichê e é verdade que pode ser um pouco difícil. E não vamos te enganar: é praticamente impossível que cada dia seja especial. Mas isso não significa que vocês não podem viver momentos especiais. De fato, deveria ser assim para que a chama permaneça intacta o máximo possível, a ponto de transformar a rotina em uma situação excitante.

Para fazer isso, aproveite as surpresas. Estes não devem chegar apenas em aniversários, aniversários de casamento ou Dia dos Namorados. Seu relacionamento merece dedicação além dos momentos estabelecidos pela sociedade. E morar juntos é o melhor cenário para colocar essa grande experiência em prática. Saia para jantar, durma fora, faça viagens de improvisada, dê presentes, organize jogos, convide seus amigos e marque festas.

Esses detalhes ajudarão você a se apaixonar todos os dias e não apenas da pessoa ao seu lado, mas de todas as maravilhosas versões de si mesmo que você se tornará com o passar do tempo.

Bodas de casamento: saiba o nome e comemore cada uma delas!

Publicidade

Deixe seu comentário

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!