X

Como saber que tecido usar no vestido de noiva? Carol Hungria responde!

Então você finalmente descobriu como quer o seu vestido de noiva. Que tenha um caimento fluido e solto, que quando você ande, ele se mova de forma delicada e sutil com o seu corpo. Ou então você prefere que tenha uma saia com muito volume, já que você quer se sentir uma verdadeira princesa.

Para te ajudar justamente com este tema, hoje apresentamos um novo capítulo do Guia Atemporal das Noivas com Estilo da estilista Carol Hungria comentando alguns dos principais tecidos utilizados nos vestidos de noiva e seus efeitos nos modelos. Anote!

Atelier Carol Hungria – Noiva: CarolinaPontes
  • Os Fluidos

Mousseline: A mousseline de seda é o mais brilhoso dos fluidos e tem um movimento lindo quando a noiva caminha, perfeito para um vestido para cerimônia ao ar livre, por exemplo.

Crepes: os crepes de seda são mais foscos e menos macios que a mousseline, mas seu caimento é também fluído. Existem vários tipos de crepe, mas todos eles com caimento vaporoso.

Cetim: Com brilho intenso e efeito acetinado com caimento leve. Um tecido super versátil já que se adere a qualquer tipo de modelagem

  • Os Meio Fluidos

Organza de seda: com caimento leve e ao mesmo tempo estruturado, já que mantém o volume o tempo todo, sem dar um efeito de “murchar”

  • Os Estruturados

Zibeline: é o tecido mais encorpado e com caimento mais armado entre eles. Este tecido consegue um efeito “sem movimento”, super estruturado.

Tafetá: um pouco mais fino que a zibeline, mas igualmente estruturado com acabamento mais fosco e com um pouquinho de brilho, por ser de seda pura.

Atelier Carol Hungria – Noivaa: Amanda Sabat – Foto: Fabrícia Soares
  •  Os Tules

Tule francês: apesar de leve e fino, tipo “nuvem”- efeito que varia dependendo da quantidade de camadas na saia.Portanto, se você quer uma nuvem de verdade, nada de economizar no tule!

Tule point d´esprit: o caimento é bem parecido ao tule francês se diferenciando por ter um desenho: estampados ou rebordado em linha. Super CHIQUE!

Atelier Carol Hungria – Noiva: Luana Daiha – Foto: Gustavo Marialva
  • As Rendas

Renda Chantilly: é a mais macia e fluida de todas e com visual delicado.

Renda Guipure: Não tem tule como base como as outras rendas, é feita apenas com desenhos florais, arabescos ou folhas. Desenhos mais homogêneos que não diferenciam o barrado do restante da renda.

AtelierCarol Hungria – Noiva: Renata Labruna – Foto: Anderson Marcello

Este é apenas um passeio pelos principais e mais belos tecidos usados pelos melhores estilistas nos vestidos de noiva. No Guia Atemporal das Noivas com Estilo você vai encontrar outros tecidos e mais detalhes sobre cada um deles!

Compre online o Guia Atemporal das Noivas com Estilo e encontre TUDO o que você deve saber sobre a escolha do seu vestido de noiva, sobre os tecidos e muito, muito mais!

Contate as empresas mencionadas na matéria:

Gostou deste artigo? Compartilhe

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação