Look da noiva: Carol Hungria ensina cada palavrinha que entrará no seu vocabulário.

Look da noiva: Carol Hungria ensina cada palavrinha que entrará no seu vocabulário.

As nomenclaturas sobre vestidos de noiva podem parecer um pouco complexas, mas com essa ajudinha super profissional, você vai tirar de letra.

Look da noiva: Carol Hungria ensina cada palavrinha que entrará no seu vocabulário.
  • Vestidos de noiva
  • Conselhos
  • Sponsored

A-C-A-B-O-U de ficar noiva e está super perdida com todos esses termos que a situação envolve? Don’t worry! A estilista Carol Hungria preparou um glossário com os termos que mais geram dúvidas quando o assunto são vestidos. Independente do seu biotipo ou estilo, existem termos que são válidos para todas as noivas. Então, fique tranquila que depois de conferir este tutorial, você ficará expert no assunto e conseguirá expressar melhor todos os seus desejos e ideias!

salvarAtelier Carol Hungria Agende um horário no Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação

Truques de mestre

Existem alguns truques que ajudam a enfatizar ainda mais o vestido perfeito. Mas lembre-se! Todo excesso é perigoso. Então confira o que Carol Hungria separou e como usá-los sem cometer nenhuma gafe:

Anágua: é o saiote de tule usado por baixo do vestido para dar caimento à saia. Mesmo em modelos super sequinhos é muito comum usar anágua para que a modelagem caia melhor.

salvarAtelier Carol HungriaConheça o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria- Foto: V Rebel

Tule pele: temido por algumas noivas, o tule pele tem a pretenção de ser invisível na pele. É comum ser usado para sustentar decotes ombro a ombro ou muito profundos, e como base de mangas para uma montagem de renda que dê a impressão de tatuagem. Esse material pode ser o melhor amigo da noiva ou pode causar um efeito desastroso se não tiver uma ótima qualidade, e acabar parecendo uma meia-calça.

salvarAtelier Carol HungriaEntre em contato com o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: Marina Fava

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

Bordado: parece simples pela palavra, não é mesmo? Mas visualmente ele confunde muitas noivas! Os bordados manuais andam cada vez mais elaborados e podem aparecer como protagonistas do vestido, criando uma estampa tão minuciosa que pode ser confundida com a de uma renda.

salvarAtelier Carol HungriaAgende um horário no Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação

2 em 1

O casamento pede uma noiva para 2 momentos marcantes: cerimônia e festa. Para o primeiro, abuse do seu sonho, invista no modelo que você sempre teve em mente e que combine com seu estilo do casamento. Para a festa, a palavra é conforto! Então, otimize seu vestido usado na cerimônia para ambas as ocasiões. Ficou confusa? Calma, seguem as dicas de quem mais entende do assunto:

Sobrecauda: é o excesso de tecido removível usado para criar o efeito de cauda. Ela pode ser presa direto na barra ou pode vir desde a cintura quase se fechando, como uma saia, na frente.

salvarAtelier Carol HungriaConheça o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação
salvarAtelier Carol HungriaContate o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação

Sobressaia: como o nome sugere, é uma saia removível usada por cima do vestido. Indicada para quem quer dois visuais diferentes em um só modelo, podendo ser o primeiro mais amplo, volumoso, liso ou bordado; e o segundo mais sequinho e com detalhes que também ficarão invisíveis sob a saia. Segundo Carol Hungria, o mais comum é que as noivas que optam pelo 2 em 1 entrem com algo mais impactante na cerimônia e revelem algo mais ajustado e confortável para a festa.

salvarAtelier Carol HungriaContate o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: Carlos Paszko
salvarAtelier Carol HungriaAgende uma visita ao Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação
salvarAtelier Carol HungriaConheça o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação

Detalhes que fazem sua cabeça

A cereja do bolo! Os acessórios de cabelo dão aquele toque final no look da noiva. Mas você sabe a diferença entre véu e grinalda? E o que é mantilha? Confira o que a Carol Hungria nos conta!

Grinalda: é o acessório usado no cabelo. Pode ser flor, tiara, coroa, pente… enfim! É acessório e está no cabelo da noiva: pode chamar de grinalda!

salvarAtelier Carol HungriaAgende um horário no Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto Ricky Arruda e Anna Quast

Véu: é o tule que sai da cabeça da noiva e ultrapassa o comprimento do vestido, fazendo uma vista na entrada da cerimônia. Nada remete mais à uma noiva que um véu, não é mesmo? Ele pode ser de uma camada ou de duas e não necessariamente precisa ser liso. Vale bordar com cristais ou pérolas.

salvarAtelier Carol Hungria Conheça o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: Ver Suhett
salvarAtelier Carol HungriaAgende um horário no Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: divulgação

Mantilha: é um véu com aplicação de renda. Pode ser por todo o comprimento, somente no barrado ou acompanhando a borda toda do tule.

salvarAtelier Carol HungriaContate o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: Marco Costa
salvarAtelier Carol Hungria Conheça o Atelier Carol Hungria
Atelier Carol Hungria – Foto: Renata Xavier

Depois de todas essas explicações da Carol Hungria, temos certeza que você está pronta para iniciar sua caminhada ao altar, falando com propriedade do que você espera para o seu look de noiva perfeito! Tenha sempre em mente que o vestido perfeito é aquele que melhor se adeque ao seu corpo e combine com sua personalidade. Se jogue na busca por ele, divirta-se e se emocione. Esse é um momento único!

Entre em contato com as empresas mencionadas nessa matéria

Atelier Carol Hungria Estilistas de vestidos de noiva