Publicidade
Qual o verdadeiro papel do celebrante?Qual o verdadeiro papel do celebrante?

Qual o verdadeiro papel do celebrante?

Você já se perguntou qual o verdadeiro papel do celebrante? Estas pessoas são responsáveis pela condução da cerimônia, podendo atuar em celebrações religiosas ou não. Conheça todos os detalhes sobre estes profissionais tão importantes em seu grande dia!

Qual o verdadeiro papel do celebrante?
Um Somos Nós Celebrações | Foto: Divulgação
  • Outros serviços
  • Recomendações
  • Cerimônia
  • Noivos
  • Original

A cerimônia é um dos momentos mais importantes e emocionantes em qualquer casamento, onde os noivos trocam seus votos e firmam o compromisso de começar uma nova vida, em busca de um lindo futuro a dois. É justamente neste momento que entre a figura do celebrante, um profissional especializado que pode colaborar inserindo um toque sensível e personalíssimo à celebração. Porém, muitos noivos ainda não conhecem ou confundem as atribuições desta pessoa tão importante, e aí vem a dúvida: qual o verdadeiro papel do celebrante?

salvarLuciana Rocha CelebranteEntre em contato com Luciana Rocha Celebrante
Luciana Rocha Celebrante | Foto: Divulgação

Celebrante X cerimonialista

Muitos confundem as funções da cerimonialista com as do celebrante, porém, ambos possuem papéis muito distintos. A cerimonialista é a profissional que atua durante a cerimônia e recepção, cuidando da organização, aplicação dos protocolos e etiqueta, colaborando para que cada detalhe do grande dia funcione na mais perfeita ordem. O celebrante é a pessoa que irá conduzir a cerimônia, sendo responsável pelo rito escolhido para o tão esperado sim.

salvarcelebrante de casamentoSolicite mais informações a Maria Rezende
Maria Rezende | Foto: Divulgação

Papel do Celebrante

Seja dentro ou fora da igreja, o celebrante é aquela pessoa que atua acolhendo noivos, padrinhos e convidados, conduzindo o rito da cerimônia do início ao fim. Estes profissionais podem, inclusive, oficializar o Casamento Civil, dependendo de sua habilitação. Suas funções dependerão do tipo de cerimônia adotada pelos noivos, seja ela religiosa, ecumênica, agnóstica ou de efeito civil. Eles são os responsáveis pelas bençãos, reflexões sobre a futura vida do casal, e até mesmo pela realização de ritos pré definidos pelos noivos, como o ritual das velas, da árvore, da lavagem dos pés, san-san-kudo, entre outros.

Reconhecido como um dos melhores celebrantes da cidade de São Paulo, Eu Caso Vocês | Celebrante Mauricio Macri  constrói roteiros personalizados, baseados no estilo, desejos, histórias, qualidades, valores e características do casal e suas famílias, além de oferecer a possibilidade de realizar uma cerimônia com Efeito Civil.

salvarEu Caso Vocês | Celebrante Mauricio MacriSolicite mais informações ao Eu Caso Vocês | Celebrante Mauricio Macri
Eu Caso Vocês – Celebrante Mauricio Macri | Foto: divulgação

Maria Rezende

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

Outra profissional especializada em realizar cerimônias totalmente personalizadas é Maria Rezende, da Casar com Poesia, do Rio de Janeiro. Atriz e poeta, ela se descobriu celebrante de casamento em 2003, quando foi convidada para conduzir a troca de alianças da filha de uma amiga. O sucesso foi tanto que, quando ela percebeu, já estava exercendo esse ofício profissionalmente. O diferencial do seu trabalho é a criação de celebrações cheias de emoção, leveza, lirismo e delicadeza.

salvarMaria RezendeSolicite mais informações à Maria Rezende
Maria Rezende | Foto: divulgação

Tipos de celebrante

Atualmente, os noivos podem contar com 4 tipos de celebrante: religiosos, ecumênicos, agnósticos e juiz de paz. Cada um mantém características específicas em relação ao rito que será utilizado durante a cerimônia.

salvarCelebre Sua HistóriaSolicite mais informações a Celebre Sua História
Celebre Sua História | Foto: Os Berôs Fotografia

Religiosos: aqui se enquadram pastores, padres, rabinos, etc. A maioria destes celebrantes, costumam seguir os ritos pré definidos de acordo com cada religião, e muitos não podem realizar celebrações fora dos templos e igrejas onde atuam. Neste caso, é possível celebrar um Casamento Religioso com Efeito Civil. O casal deve retirar a Certidão de Habilitação no cartório (documento que prova que ambos estão desimpedidos para realizar o casamento), e entregar em sua congregação para que ocorra a elaboração do Termo Religioso com Efeito Civil, documento que será assinado por noivos, padrinhos e celebrante ao final da cerimônia. Após o grande dia, o casal retira este termo e retorna ao cartório, para trocá-lo pela Certidão de Casamento.

Ecumênicos: estes profissionais estão aptos a realizar cerimônias de orientação religiosa, mas sem se ater a ritos pré definidos, e por isso, são muito procurados por casais que possuem religiões diferentes, além de pessoas que buscam por celebrações personalizadas, que evoquem todo o significado do momento. Este tipo de celebração permite que os noivos adotem rituais simbólicos, menções às suas religiões, e palavras que descrevam todos os sentimentos que os levaram ao altar.

Encontre o celebrante ideal para o seu casamento, independentemente da religião que você pratica, através do trabalho da Casamento Ecumênico, empresa que coloca à disposição dos noivos mais de 30 celebrantes de diversos credos, aptos a conduzir cerimônias católicas, inter-religiosas, budistas, evangélicas, ecumênicas, judaicas, espíritas, entre outros, sempre entregando um trabalho personalizado que leva em consideração a história dos noivos e a sua personalidade. Preços competitivos, possibilidade de celebração bilíngue com ou sem efeito civil, e garantia de qualidade estão entre os pontos altos do serviço da empresa.

salvarCasamento EcumênicoSolicite mais informações à Casamento Ecumênico
Casamento Ecumênico | Foto: Divulgação

Agnósticos: são celebrantes que não possuem vínculo com qualquer religião ou crença, não seguem liturgias, realizando celebrações neutras, mas com o cuidado de não ofender os presentes que possam estar ligados a algum meio religioso. Estas celebrações ganham vida através da personalização, onde rituais simbólicos podem ser inseridos, para deixar o momento ainda mais especial. O casal encontra artistas, jornalistas, professores, entre outros profissionais, que em algum momento se apaixonaram por esta profissão e passaram a se dedicar à realização de um casamento humanizado.

Juiz de Paz: também conhecido como Juiz Leigo, é um magistrado nomeado pela Secretaria de Justiça, que possui habilitação para realizar o Casamento Civil. Costuma ser procurado por casais que não desejam realizar um casamento religioso, atuando tanto no cartório, quanto nos chamados Casamentos em Diligência. No segundo caso, o profissional se dirige ao local da festa para realizar a cerimônia, sendo que alguns destes juízes, vêm se especializando em celebrações que podem ser personalizadas de acordo com o pedido do casal.

A Celebrante Luciana Rocha realiza cerimônias tradicionais ou inovadoras, com rituais que tenham a personalidade dos noivos e podendo ou não ter mensagens da espiritualidade do casal. Como juíza de paz , realiza casamentos civis personalizados em todo o Distrito Federal. Independentemente da crença, todas as cerimônias celebradas por ela são cheias de amor e com o objetivo de tocar os corações dos noivos e de todos os convidados.

salvarLuciana Rocha Celebrante Solicite mais informações a Celebrante Luciana Rocha
Celebrante Luciana Rocha | Foto: Lucas Santos

Acerte em sua escolha

Os noivos devem procurar por um profissional qualificado para realizar seu casamento, independentemente do tipo de cerimônia que será adotada. O primeiro ponto a ser observado, é a empatia entre noivos e celebrante, pois apenas desta forma, o mesmo conseguirá captar a essência do casal, para posteriormente traduzi-la em uma celebração repleta de significado. Outra questão importante, está relacionada a criatividade e modo de condução da cerimônia, pois os melhores celebrantes, conseguem controlar o nervosismo dos noivos, e possuem a capacidade de dar um toque de alegria e emoção a este grande momento.

A troca de alianças tem que ser o grande destaque do dia do casamento e os noivos merecem ter momentos inesquecíveis. Para conseguir isso, a celebrante trilíngue Paula Tainá, da Celebre Sua História, segue três passos: traduz em palavras a história e a personalidade do casal; faz tudo para transformar o momento da cerimônia no ponto alto do casório; e, é claro, procura cativar a atenção dos convidados, envolvendo cada pessoa ali presente na vida e na trajetória dos noivos. O resultado é emoção pura!

salvarCelebre Sua HistóriaSolicite mais informações a Celebre Sua História
Celebre Sua História | Foto: Vander Zulu

O desejo de celebrar o amor incondicional dos noivos e tornar o grande dia deles ainda mais inesquecível é o que move o trabalho da Um Somos Nós Celebrações, da poeta, professora de Literatura e celebrante de casamentos Laisa Vianna. Para se inspirar, ela faz um mergulho profundo na história do casal e em sua personalidade. Assim, cria textos conectados com os noivos e recheados de muita emoção para marcar os casamentos que celebra.

salvarUm Somos Nós CelebraçõesSolicite mais informações a Um Somos Nós Celebrações
Um Somos Nós Celebrações | Foto: Os Berôs Fotografia

Confira as 6 dicas para noivos a caminho do altar

Após definir o tipo de cerimônia que deseja realizar, marque um encontro com a pessoa escolhida para celebrar seu casamento, deixando claro seus desejos em relação ao grande dia. Personalizar é a palavra do momento, então aproveite para criar uma celebração que consiga traduzir todo o amor que sentem um pelo outro. Leia também: Organizando o casamento: detalhes que não podem ficar de fora

Escolha os fornecedores que você quer contatar.