Do lagostim ao botequim: escolha um buffet de casamento que se adapte à sua festa!

Vocês estão em busca do buffet para o casamento, mas diante de tantas possibilidades, não sabem o que escolher. Estão procurando algo moderno, que impressione os convidados pelo paladar, obviamente, mas também pela apresentação original.

O universo dos buffets de casamento é amplo em possibilidades. Ainda assim, muitas vezes é fácil cair na mesmice e oferecer um cardápio que agrada, mas não é exatamente original. Pois saibam que, mais do que comidas apresentadas de forma mirabolante, o segredo está mesmo, nas receitas.

Conversamos com Diego Cerqueira, chef executivo do buffet L’Espai Banqueteria que nos deu as dicas do que um buffet de casamento precisa para, realmente, ficar guardado na memória de todos.

L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria

1. Liberdade criativa

Foi-se o tempo em que a boa cozinha era sinônimo de ingredientes caros e difíceis de encontrar. Diego Cerqueira garante que excelente pratos podem ser feitos a partir de itens pouco convencionais, desde que tenham um toque de originalidade.

Quer exemplos?

  • Joelho de porco com canjiquinha e jabuticaba.
  • Doce de leite com cumaru, emulsão de queijo serra da canastra e pão de especiarias como acompanhamento.

É o básico repaginado com muita criatividade e domínio de ingredientes e técnicas.

L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria

2. Sintonia com os noivos e liberdade de criação

Muitos buffets, quando contatados pelos noivos, enviam uma lista pronta do que pode ser servido no casamento, para que eles escolham os pratos. Não há problema nenhum com isso, mas um casal gourmet pode exigir um pouco mais. Por exemplo, que seu casamento sirva uma massa igual àquela que eles provaram num restaurante charmoso numa cidadezinha italiana na primeira viagem juntos.

Não é o máximo poder brincar com as memórias romântico-gastronômicas de vocês, justo no dia do casamento? “Alguns casais pedem um menu fusion para representar ambas famílias e achamos isso incrível, pois nos dá a oportunidade de criar alguma coisa totalmente nova e exclusiva”, comenta Diego.

L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria

3. Do Lagostim ao Botequim

Servir um jantar empratado num casamento onde 90% dos convidados são jovens ávidos por se acabar na pista de dança pode ser um pouco frustrante. Da mesma forma, numa festa onde a maior parte dos presentes prefere ficar sentado conversando, oferecer apenas comidinhas num coquetel volante pode decepcionar.

A regra aqui, é clara: ofereça o menu que mais combina com o perfil da sua festa. Diego diz que o buffet de finger food não perde nada em elegância e sofisticação.

“Além disso, se torna uma experiência gastronômica ao comensal, que pode chegar a provar até 19 criações da nossa cozinha, remetendo aos menus de grandes restaurantes estrelados.” E o chef também afirma que um serviço empratado não precisa ser careta. “É o nosso serviço preferido, pois nos dá a máxima liberdade de construir o design dos pratos.”

Diego fala com a experiência de quem serve Lagostim no Consomè com Espuma de Amendoim ou comidinhas de boteco, num serviço que ele chama de ‘botequim gastronômico’ e oferece releituras de petiscos clássicos com uma apresentação elegante. Ou seja, noivos que apostam em casamentos regados a chope e caipirinha, animados por rodas e escolas de samba, podem encontrar aí a opção de buffet que traz o máximo de informalidade, sem abrir mão de uma comida deliciosa.

L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria
L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria

4. Experiência e responsabilidade

Sabe aquela história de que não se pede filé em restaurante de frutos do mar porque a experiência tem tudo para não ser boa? Com os buffets de casamento há uma lógica semelhante. Se você vai casar na praia, escolha profissionais que já têm experiência nesse serviço e sabem prever e resolver as intempéries. Se vai fazer um casamentão para 500 convidados, invista num buffet que sabe orquestrar um trabalho tão complexo.

O caminho da especialização é necessário. Que o diga Diego que, apesar de ter trabalhado em eventos para centenas de pessoas durante uma temporada na Espanha, optou por dar pequenos passos de cada vez, quando abriu o L’Espai Banqueteria no Brasil.

“Começamos com mini weddings e casamentos civis, para depois começar a encarar desafios no interior, litoral, etc”, diz ele, que considera casamentos, os eventos sociais de maior responsabilidade para os fornecedores.

L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria
L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria
L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria
L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria
L'Espai Banqueteria
Foto: L’Espai Banqueteria

Se você se interessa pela proposta moderna e de excelência da L’Espai Banqueteria, entre em contato com o buffet e agende uma conversa.

Contate as empresas mencionadas na matéria:

Gostou deste artigo? Compartilhe

Mais informação

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação