Singulares destinos polinésios para a sua lua de mel: viva experiências incríveis em casal

Singulares destinos polinésios para a sua lua de mel: viva experiências incríveis em casal

Duas hospedagens magníficas, em duas ilhas singulares que fascinam pela autenticidade e por representarem a pluralidade de experiências que um casal poderá viver em uma viagem à polinésia. Não perca!

  • Destinos de lua de mel
  • Recomendações
  • Guest-blogger

Duas hospedagens magníficas, em duas ilhas singulares que fascinam pela autenticidade e por representarem a pluralidade de experiências que um casal poderá viver em uma viagem à polinésia. De um lado; o Explora – na remota Ilha de Páscoa – do outro; o The Brando – um dos melhores e mais luxuosos resorts do planeta.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
Foto: Tim Mc Kenna

Na mesma rota duas ilhas, dois hotéis de luxo completamente distintos e uma viagem para celebrar paraísos onde a força da natureza encanta de diferentes maneiras. Antes de falarmos desse roteiro capaz de unir o romance contemplativo com o ímpeto da desbravação para casais com espírito de aventura, cabe uma explicação de onde vem essa conexão entre duas ilhas tão distantes uma de outra.

Ao falarmos de Taiti, um dos destinos mais cobiçados do planeta, na verdade, trata-se da principal ilha de um dos cinco arquipélagos da impressionante Polinésia Francesa, uma imensa área de extensão do tamanho da Europa. E ao ouvir sobre o Triangulo Polinésio, a amplitude geográfica é ainda mais amplificada, engloba Havaí, Nova Zelândia, diversas ilhas do Pacífico e também, Páscoa; a terra mais isolada do mundo.

O éden de Marlon

Ao desembarcar no aeroporto de Fa’a no Taiti, será preciso pernoitar na ilha para no dia seguinte, em um hangar privado, uma pequena aeronave, levará o casal para um dos voos panorâmicos mais cênicos do planeta, 18 minutos de pura contemplação, vividos por afortunados como Leonardo di Caprio e o presidente Barack Obama. O destino é Tetiaroa, um dos atóis mais cobiçados do planeta, também celebrada como a Ilha de Marlon Brando.

Não perca as últimas novidades para o seu casamento

Assine nossa newsletter

Nomeado há alguns anos como melhor resort do mundo pela publicação Condé Nast Traveller, a propriedade com 35 vilas certamente oferece uma das mais exclusivas experiências que viajantes poderiam sonhar. Todas as suntuosas acomodações com piscinas privadas (pé na areia), são reservadas, discretas e dão realmente a impressão de que a ilha é apenas sua.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
The Brando Polinésia | Foto: Divulgação

Inaugurado em 2014 a história do resort começa na década de 60, quando o ator galã esteve na polinésia para gravar o filme O Grande Motim. Se apaixonou por uma nativa e por Tetiaroa – que no passado era refúgio dos reis polinésios – para então decidir comprar a ilha na década de 70. Foi uma pechincha, cerca de US$ 250 mil. O astro já sonhava em montar ali, um hotel ecológico que unisse experiência ultraluxuosa à natureza intocada.

Levou-se uma década entre a idealização do hotel e sua abertura. Infelizmente, Marlon não conseguiu ver o resort pronto, mas algumas ideias ecológicas partiram dele como o sistema que refrigera as vilas por meio de tubulação que capta água fria, a quase um quilômetro de profundidade, na missão de alimentar o ar-condicionado.

São diversas ações ambientais que concederam a propriedade a certificação Leed Platinum – Leadership in Energy and Environmental Designconsagrando-o como o hotel mais sustentável da Terra. Metade da energia vem de painéis solares e o restante de óleo extraído dos cocos nativos das ilhas. Os amenities foram desenvolvidos com exclusividade pela Algotherm, com ingredientes que não causam danos ao frágil ecossistema. Marcas como Hermes e Bvlgari não aceitaram a adequação a restritivas exigências.

Todos os mimos possíveis

O termo all inclusive no The Brando alcança outro sentido. Embora na alta temporada, a diária do casal para a One Vila Bedroom chegue a custar mais de EUR$ 3.5 mil, para um mínimo de duas noites, a experiência atinge o nível de excelência. Os mimos gastronômicos incluem champagne e coquetéis servidos em qualquer ambiente, além de ampla opção de menu servido também, na própria vila ou, por exemplo, na beira da piscina central, ao lado do Bob’s Bar. Ali a dica é pedir espetaculares fatias de sushi de atum vermelho para harmonizar com um mágico por do Sol no atol.

O único restaurante que precisa de reserva é o Les Mutinés, conduzido sob a tutela de consultoria do estrelado chef francês Guy Martin. Diversos legumes, frutas e vegetais usados nas cozinhas são de cultivo orgânico da própria ilha, mas vale atentar-se para o mel local. Feito por abelhas que vivem em um paraíso sem estresse ou ameaças, a iguaria é considerada a melhor da Polinésia Francesa.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
The Brando Polinésia | Foto: Divulgação

Também estão inclusos quase todos os passeios, como a visita a ilhas dos pássaros nativos, o tour de bicicleta para conhecer a filosófica ecológica do Atol, diversas atividades náuticas, como o caiaque polinésio chamado de va’a, e o stand up paddle, além de um tratamento de massagem diária por vila.

Aliás, o premiado Spa Varua, do The Brando é realmente singular. O cenário é de um santuário, marcado por um pântano. O design de algumas salas como a Fare Manu Suite, foi desenhada em formato de ninho de pássaro. A sala É a mais popular entre pombinhos em lua de mel, onde recebem tratamentos exclusivos com o de óleo de Monoi (de flores locais) além de poderem relaxar em uma banheira ao ar livre, tudo vivido romanticamente juntinhos.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
The Brando Polinésia | Foto: Divulgação

Inspiradora, a vila mais cara – de três quartos – recebeu um dos homens mais ilustres do mundo por cerca de 10 dias. Obama se refugiou para escrever parte de seu livro em meados do primeiro semestre desse ano. Com 250 m2 a diária na hospedagem atinge quase 12 mil euros na alta estação, acomodando até seis afortunados que desfrutarão de um lugar intocável.

O isolado, o atol de doze ilhas, é um hoje um éden preservado apenas para receber hóspedes, e casais apaixonados que terão a sensação de viver algo que poucos privilegiados serão capaz de

Santuário Rapa Nuí

Afastada quase 4 mil quilômetros do continente ela é chilena, mas os próprios chilenos sabem que trata-se de outro mundo. Páscoa é a ilha mais isolada do planeta, berço dos famosos moais, da era dos homens pássaros e de uma cultura de força absurda. O povo quase foi extinto quando o europeu lá desembarcou, mas eles resistiram às epidemias para manter a tradição de mais de um milênio de ocupação, de um pedaço de terra com três incríveis vulcões. Ela urge absoluta no pacífico, quase no meio do caminho entre a América do Sul e as ilhas do Taiti.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
Foto: Divulgação Hotel Explora

A oferta de voos diários desde Santiago (cerca de cinco horas) é um pequno bálsamo na sensação de isolamento, porém, não há como não sentir constantemente uma curiosa sensação de privilégio por estar no lugar mais distante da civilização. Especialmente se a experiência for combinada com a oferta do Hotel Explora, o mais luxuoso da ilha.

A definição de luxo atual tem diversas leituras. No caso do Explora o conceito é a integração total com a natureza e com a energia do lugar. Há conforto, mas sem ostentação. É preciso sentir, tentar desligar um pouco de onde viemos. Tanto que internet, só nas áreas comuns. Nos quartos com vistas incríveis do Pacífico a proposta é serenidade. O prazer do silêncio nas acomodações para descanso total a noite, tem sentido de ser.

Despertar bem é fundamental pois na manhã seguinte a pedida é desbravar a ilha escolhendo uma das 30 explorações do menu do hotel, conduzidas pelos mais preparados guias de Páscoa, quase todos Rapa Nui. O conceito dos hotéis Explora é rígido quanto a capacitação desses profissionais altamente treinados, que estão à disposição do passeio que o hóspede deseja fazer. As saídas são customizadas e adequadas ao preparo e disposição de cada um.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
Hotel Explora | Foto: Divulgação

Entre vulcões e moais  

Diversos são incríveis mas imperdíveis são os trekkings Ara O te Moai onde caminha-se até a área em que eram esculpidos 95% dos moais em uma espécie de fábrica natural de estatuas; outra fascinante é a Mahatua Ovahe, onde encontram-se 15 enormes moais que formam um dos principais cartões postais da ilha. No passeio Ara o Te Tangata Manu, a exploração leva até a espetacular boca do vulcão Rano Kau, onde é mostrado como acontecia a competição para eleger o Homem Pássaro, hera que durou entre os séculos 18 e 20 até a chegada da imposição católica na ilha.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
Foto: Divulgação Hotel Explora

Ao retornar no Explora a pedida é relaxar na jacuzzi e na pitoresca sauna em formato de oca indígena. O jantar do all inclusive é voltado para refeições leves, pensadas nutricionalmente para que o hospede sinta-se bem, pronto para novas explorações no dia seguinte.

A arquitetura do hotel que leva a assinatura dos premiados Germán del Sol e José Cruz Ovalle propõem refletir sobre a ideia real de estar em um lugar único no planeta. Também certificada ambientalmente com o selo Leed, madeiras em curvas dão o tom rústico e charmoso em um ambiente que parece ter sido projetado para ficar escondido da visão alheia. É a sinergia com a essência da Ilha de Páscoa, um pequeno pedaço de terra de 170 km2,  que vive a sina de ficar longe dos olhos de outros povos do planeta.

salvarSingulares destinos polinésios para a sua lua de mel
Hotel Explora | Foto: Divulgação

Como chegar

Somente a Latam oferece voo para a Ilha de Pascoa, todos partindo de Santiago. São 9 voos semanais. Vale lembrar que só há um voo semanal para o Taiti via ilha de Páscoa, portanto é preciso programar-se com atenção se a ideia for ficar apenas três ou quatro noites em Páscoa nessa rota. O voo dura 5 horas desde Santiago até o aeroporto de Mataveri que fica menos de 2 km do centro de Hanga Roa. De lá, serão mais cinco horas até o Taiti, capital da Polinésia Francesa, onde no dia seguinte o hospede do The Brando irá pegar um avião privado até o atol de Tetiaroa em um voo charter de 18 minutos.

* O jornalista teve o apoio da Atout France, Tahiti Tourisme, do The Brando e dos Hotéis Explora.

Leia também:

Como escolher o destino da lua de mel em 5 passos

Arrumando as malas: confira SUPER dicas de especialistas para a viagem de lua de mel!

Deixe seu comentário

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!