As 10 coisas que os convidados mais RECLAMAM nos casamentos: não deixe que isso aconteça no seu!

Já dizia um provérbio muito antigo: “Não se pode agradar a gregos e troianos”. E é exatamente o que acontece no nosso cotidiano, e não seria diferente no dia do nosso casamento. Por mais que nos esforcemos em preparar a festa perfeita, sempre haverá algum convidado insatisfeito com algo, afinal, é impossível agradar a todo o mundo.

12 tipos de convidados que você vai encontrar em TODOS os casamentos

Foto: Ronald Barros

Isto não acontece só na sua recepção, acontece em todas as festas, por mais esforço que se faça. Mas se soubermos com antecedência quais são as 10 queixas mais comuns dos convidados de casamento, mais preparados estaremos para evitar, ao menos algumas delas.

1. Cerimônia religiosa muito longa

Está claro que existem diferentes tipos de religiões e cultos, mas no dia do seu casamento é importante que o tempo seja o justo, nem mais, nem menos. É fundamental criar um programa com o seu wedding planner e com a pessoa que oficializará a cerimônia. O ideal é uma cerimônia breve, resumida, que conte com todos os passos indispensáveis para que seja emocionante e não canse. Deixar um “gostinho de quero mais” nos convidados é simplesmente perfeito.

10 tradições de casamento em 10 países diferentes: estranhas ou incríveis?

Foto: The Nichols

2. O local escolhido

Não adianta você querer casar ao ar livre se é temporada de chuva ou de frio. Escolher o local do casamento de acordo com a estação do ano, com o número de convidados e com o estilo da festa que você idealiza é fundamental. Os convidados devem estar cômodos todo o tempo e o lugar é importantíssimo.

3. Demora excessiva

Claro que a noiva deve se deixar esperar, afinal ela é a grande protagonista do dia e não vai querer chegar antes dos convidados. Mas cuidado com o tempo, afinal os convidados também passaram o dia entre maquiagem, cabelo e preparativos para estarem lindos e radiantes no dia do seu casamento, e esperar demais, no lugar de criar a expectativa da chegada da noiva, pode deixar os convidados inclusive, mal-humorados.

10 dicas para ser a noiva mais deslumbrante no seu grande dia!

Foto: Shea Christine Photography (Danielle & Christian)

 4. Tempo de espera entre a cerimônia e a recepção

Ao final da cerimônia, depois da fila de beijos e abraços, você ainda terá que ficar um tempo, para fotos com a família e para organizar o deslocamento à recepção. Certifique-se que todos os convidados se dirijam diretamente à recepção, sem muita espera. Lembre-se que você, com tanta adrenalina, pode não sentir nem fome, nem sede, mas os seus convidados estarão provavelmente sedentos e com alguma fome. Se, ao chegar ao local da recepção, eles encontrarem aperitivos e bebidas frescas, melhor ainda, afinal todos os noivos querem que seu casamento seja original, divertido e inesquecível para todos os convidados.

5. Mesas mal organizadas

Este ponto é importantíssimo, você não vai querer sentar o seu chefe ao lado da sua melhor amiga! Organizar bem as mesas é fundamental para que a festa seja alegre e descontraída, por este motivo, faça uma lista detalhada de quem senta com quem e estarão todos contentes!

Família com família, amigos com amigos, colegas de trabalho com colegas de trabalho. Não adianta querer misturar um pouquinho para criar novos laços de amizade, deixe isto para a pista de dança!

5 motivos para seu noivado NÃO durar muito tempo

Foto: Catherine Mead Photography

6. Falta de atenção dos noivos

Esta é uma das maiores reclamações por parte dos convidados! Claro que você tem amigos mais e menos íntimos, mas no dia do seu casamento você terá que dar uma atenção especial à todos, agradecer a presença e fazer uma foto com todos eles. Uma boa alternativa é você fazer o passeio entre as mesas de todos depois do jantar, agradecer, fazer a foto e depois relaxar!

7. Algum convidado imprudente

Uma festa de casamento é sempre divertida, justamente por reunir pessoas com diferentes interesses, personalidades e o melhor: todas misturadas e juntas em um só lugar.

Foto: Hillary Maybery

São festas heterogêneas e contam com todo tipo de gente, mas convenhamos, Peter Sellers no filme Um Convidado bem Trapalhão (The Party, em inglês) está engraçadíssimo e arranca risadas durante todo o filme, mas não no SEU casamento! Certifique-se de que nenhum convidado beba além da conta e possa vir a atrapalhar o bom andamento da festa. Parece mentira, mas é algo que ocorre em muitas celebrações de casamento.

8. Serviço que deixa a desejar!

Este é outro ponto crucial. Os responsáveis pelo buffet, bebidas e serviço de bar para casamentos devem ser experientes e devem estar treinados para prestar um serviço simplesmente perfeito, sem nenhum problema. Além de profissionalismo, eles devem ser simpáticos, cordiais e prestativos, pois se trata de uma festa e todos devem estar felizes, incluindo o pessoal que está trabalhando.

9. Buffet com poucas opções

É óbvio que você não poderá satisfazer os gostos de todos, mas quantas mais opções, melhor. Não esqueça de incluir uma opção vegetariana/vegan, uma para celíacos, outra para diabéticos e se há muitas crianças, um menu infantil. Imagine a carinha de felicidade da sua tia diabética quando você disser: “tia, estes docinhos lindos são sem açúcar”! Ou quando o seu amigo vegan tenha um prato apetitoso e pensado só para ele, na sua frente. Um mimo que eles recordarão para sempre.

Foto: Lacie Hansen

10. Música desanimada

Ok, você ama música clássica, mas no dia do seu casamento a música deve ser animada porque o tempo em que os convidados passam na pista de dança é o termômetro do sucesso da sua festa: quanto mais tempo, melhor festa!  Aqui sim, você pode contratar uma banda e um dj e exigir: “Você tem que agradar a todos os gregos e a todos os troianos, está em suas mãos”. E eles poderão, com certeza!

Se você quer que tudo saia perfeito no dia da sua festa de casamento, conte com o serviço primordial de uma assessoria. Encontre aqui no Guia do Zankyou, os melhores assessores de casamento do país. Você é uma noiva eco-friendly e tem talento para manualidades? Então este artigo é para você: 6 ideias handmade com estilo para um casamento 100% personalizado.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Mais informação

Comentários (14)

Michelle Tavares
13 abr de 2015

excelente matéria !

Responder
Alexandre Daltro
14 abr de 2015

A 6 é impraticável, se passar de mesa em mesa (e principalmente se tirar fotos com todos), simplesmente perderá seu tempo de festa, e seu tempo de se divertir como QUISER.
Afinal é festa é do casal, os convidados tem que entender a situação e não podem exigir de mais dos noivos.

Responder
Keith Imamura
15 abr de 2015

Sou fotógrafo de casamento e me casei recentemente, por conhecimento de causa, afirmo que se optarem por seguir a regra 6, perderão mais tempo de sua festa. Já registrei casamento onde os noivos passaram mais de 2 horas cumprimentando as pessoas ao invés de aproveitarem sua festa e com os eles separados boa parte desse tempo (a noiva cumprimentava um lado do salão e o noivo outro). Também já fotografei um casamento com mais de 600 pessoas, os noivos agradeceram a todos no microfone, se eles fossem passar de mesa em mesa, levariam pelo menos umas 3 horas ou mais, pois não é só dar um abraço, nesse caso o pessoal vai sempre esticar a conversa um pouco mais…
Sobre a organização das mesas, organizar é fundamental. Mas ao meu ponto de vista a organização seria para que mesas não fiquem má posicionadas, impedindo a passagem das pessoas ou até mesmo em relação a estética, mas sobre misturar as pessoas não concordo. No meu casamento, que foi ano passado fizemos 3 mesas de banquete, para que todos pudessem sentar-se juntos aos outros e realmente fazer novos amigos. E o que mais fortaleceu essa nossa vontade de fazer mesas de banquete é que conheci a minha esposa em um casamento em 2011, onde ela sentou-se na mesma mesma em que eu estava, eu não a conhecia, conheci ela naquele dia e daquele momento em diante não nos separamos mais e somos muito felizes juntos. Do resto da matéria, assino em baixo!

Euda Anatielly
15 abr de 2015

Esse comentário acima traduz tudo. Os noivos também querem aproveitar e os convidados precisam ser convenientes e compreensíveis.

Responder
Gabi Silva
16 abr de 2015

Algumas observações: essa matéria foi pensada somente para aqueles casamentos engessados tradicionais e, na minha opinião, muito sem graça que são a maioria aqui no Brasil (no Rio de Janeiro, pelo menos). Casamentos tem de ter a cara dos NOIVOS. São eles quem decidem o que vão fazer e como fazer.

1) Se os noivos quiserem uma cerimônia religiosa comprida porque eles são muito religiosos e a bênção religiosa é a parte mais importante para eles, so be it! Os convidados, em tese, são pessoas que conhecem os noivos e sabem o quanto isso é importante para eles. Então, se um convidado é budista e foi convidado para um casamento com uma missa como cerimônia, seja educado, cortês e tenha consideração pelos seus anfitriões, e permaneça acompanhando a cerimônia até o fim.

2) O que determina o local não é só o capricho dos noivos. Há uma máfia de gente inescrupulosa que tem cifrões nos olhos quando ouve a palavrinha mágica “casamento”. Muitas vezes um sítio mais afastado é a opção que cabe no orçamento. Os convidados têm de estar preparados e levar seu casaquinho.

3) Nem sempre a demora da noiva é culpa dela. Há madrinhas, sogras e mães sem noção, que vão se arrumar junto da noiva e atrasam todo o seu cronograma com cabelo e maquiagem, há carros que não pegam, engarrafamentos fora de hora, profissionais que não aparecem… Nem sempre é capricho.

6) Como disse muito bem o Alexandre, a 6 é impraticável! Já se foi há muito tempo o costume de se passar de mesa em mesa tirando aquelas fotos breguíssimas que nem vão parar no álbum. Hoje em dia a fotografia mais em moda é o fotojornalismo, que captura momentos espontâneos da festa. E passar de mesa em mesa, além de não ser nada espontâneo, consome um tempo imenso! Vamos lembrar que aquelas duas pessoas que estão se casando gastaram um grana fortíssima para produzir tudo aquilo e dedicaram muito tempo e esforço para concretizar aquele sonho: deixar de aproveitar por uma convenção social ultrapassada é simplesmente inaceitável.

7) Certamente não será papel dos noivos certificarem-se de que os convidados não beberam além da conta durante a festa. Porém, se isso pode se tornar um problema, podem pedir para a cerimonialista ficar de olho vivo nas figuras com maior probabilidades de criar confusão.

9) Para tudo. O buffet é uma escolha dos noivos de acordo com o gosto DELES e o orçamento DELES. Muitas vezes não há opções vegan ou sem glúten. E, um esclarecimento para quem escreveu essa matéria com pouca ou nenhuma pesquisa: pessoas com doença celíaca não podem consumir comidas sem glúten que são feitas na mesma panela de comidas com glúten e é praticamente impossível assegurar que um buffet normal não vá misturar as duas coisas. Os celíacos não podem usar mesma bandeja, o mesmo copo que alguém tenha bebido depois de comer comida com glúten, os mesmos talheres, o mesmo pano de prato. Uma amiga minha vai ao meu casamento e é celíaca. Ela levará, como sempre leva, comida feita por ela mesma. Infelizmente essa é a verdade. Já os veganos jamais comeriam um salgadinho vegano que tivesse sido frito no mesmo óleo de salgadinhos não veganos, ou que tivessem tocado de alguma maneira qualquer carne, leite ou ovo. A não ser que se tenha dinheiro para se contratar um buffet altamente especializado em culinárias restritas, não vai rolar. E quem é celíaco ou vegano e é convidado para um casamento já sabe muito bem que não vai conseguir comer nada e provavelmente vai levar sua marmitinha.

10) Essa é a pior de todas. Não tenho direito de escolher a música que vai tocar na minha própria festa? Sinto muito, isso está completamente errado! Estou cansada de ir a casamentos onde toca sertanejo, axé, funk e pagode e aceito que os noivos gostam disso, então procuro me divertir do mesmo jeito. No meu casamento só vai tocar pop e rock, e eu sei que vai ter um monte de sambistas por lá. Eu acredito que eles tem de ter a gentileza de tentar se divertir na minha festa da mesma maneira e respeitar nosso gosto. Vamos tocar músicas animadas, só não vão ser nos estilos que nós não curtimos.

Tudo bem se vocês fizessem uma lista com as 10 reclamações mais comuns, mas aconselhar as pessoas que estão gastando uma grana preta, se dedicando nos DIY, dedicando tempo pra pesquisar fornecedores, isso tudo para ter o casamento dos sonhos, a se fazerem de capacho pra tentar agradar a um monte de gente é no mínimo desrespeitoso.
Ser convidado para um casamento é uma honra. Os convidados tem de ter educação e deixar de serem mimados, porque aquele é o dia dos noivos e eles estão ali pra sorrir, bater palmas, se divertir seja qual for a situação.

Responder
Aline Faria
24 abr de 2016

Gabi Silva, perfeitos seus comentários. Obrigada por economizar meu tempo. Escreveria as mesmas coisas

Dani Ortiz
1 nov de 2016

Arrasou no comentário. Não curti a matéria imposta de regras. Casamento é importante para os noivos e os convidados entendo que são pessoas que te amam e te aceitam pelas suas escolhas.

Laila
5 nov de 2016

Gabi Silva, concordo com vc em absolutamente tudo. Estou gastando uma grana no meu casamento e não serei capacho de ninguém. Vc está super certa e eu tô contigo!

Agda Paula
18 abr de 2015

Ou seja, é só contratar uma assessoria de casamentos profissional e curtir muito desde o planejamento até o tão esperado dia.

Parabéns pela matéria!
Agda Paula Assessoria de Casamentos
http://www.zankyou.com.br/f/agda-paula-assessoria-de-casamentos-58011

Responder
Tamyris
9 mai de 2015

Acho que os noivos tem mais é que fazer o que ELES querem, já que o dia é DELES, e os convidados deveriam estar felizes pelo casal e apreciar o momento, já que é para isso que eles estão lá.

Responder
Marina
20 abr de 2016

Gabi Silva seu comentário disse tudo, o casamento nao e so decidir por exemplo local da festa e as demais coisas, não é tão simples assim tem uma série de outras questões como valores, datas disponíveis na igreja etc.

Responder
Beatriz
22 abr de 2016

Se eu fosse mesmo me preocupar com cada um desses comentários, nem perderia meu tempo em casar. Não estou gastando mais de $30 mil para me preocupar com pessoas que se importam mais em comer de graça do que celebrar a minha felicidade com meu futuro marido.
Meus convidados já sabem: a nossa festa está sendo feita com todo carinho, mas com a nossa cara e para que nós dois possamos curtir a noite toda.
Ficar gerenciando crise de convidados é a última coisa que pretendo fazer no meu grande dia

Responder
Bia
23 abr de 2016

Sou noiva e penso da seguinte forma… Se o casamento for apenas para eu e meu noivo nos divertirmos pra que existem convidados? O casamento está todo planejado segundo nossos gostos mas pensando tbm na diversão dos convidados. Se a festa fosse apenas para eu e meu noivo nós não fariamos uma festa e sim viajariamos, pois se gasta muito em festa de casamento então pelo menos que seja para todos se divertirem. Tem coisas completamente inviáveis nessa lista, e pode ser a festa mais perfeita do mundo, alguem vai reclamar

Responder
Patricia
3 nov de 2016

Só uma dúvida, a matéria foi escrita com base em quê? Foi feita uma pesquisa para afirmar essas 10 coisas que as pessoas mais reclamam em casamentos ou é puramente a opinião de quem a escreveu?
Porque, realmente, acho umas coisas absurdas para estar nessa lista, como a número 6 (hello, todo convidado sabe que não está indo no barzinho pra passar um tempo sentados conversando com os amigos noivos), a 7 (pelamor, noivos ficarem de olho se seus convidados estão se comportando na sua festa?) e a 10 (como se o único formato de festa agradável fosse com pista de dança bombando o tempo todo. Eu não danço nem meu noivo e meus convidados sabem disso. Preferimos uma festa pra todos conversarem a vontade, com música ambiente – que pode ser jazz, orquestra ou mesmo dj. A festa não é chata porque não é balada, esse não é o único formato de festa, ela pode ser divertida sim. E outra, não vejo problema algum, e não consigo visualizar desagradando algum convidado por ter incluído na minha festa uma música mais romântica ou até mesmo alguma coisa clássica em algum momento que possa ficar legal, como no jantar, por exemplo. Aliás, música clássica tem uma gama enorme de possibilidades).

Responder
Ver mais comentários

Deixe seu comentário

Crie gratuitamente o site perfeito para seu casamento!

100% personalizável e com centenas de temas para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa no Zankyou?
O Zankyou oferece a oportunidade de mostrar o melhor da sua empresa para milhares de noivos que nos utilizam na organização do seu casamento em 20 países. Mais informação